domingo, 18 de dezembro de 2011

Luz



Eu queria cantar-te uns versos muito apaixonados.colhidos no mais íntimo de mim...
Sua força seria a do meu coração e sua inspiração a da minha alma,
A luz que iluminaria meus escritos seria do brilho dos teus olhos,
E a emoção de cada palavra seria um deleite para nosso amor,
Sim! Uma luz que seria capaz de iluminar uma noite escura, como essa que parece vir de dentro de nós e que nos mostra cores do mais belo matiz.
O vermelho da paixão,
O branco da paz,
O azul do nosso amor infinito,
Mas trago-te poesias, apenas...
Escritos pretensiosos talvez, mas loucamente apaixonados com certeza...
Não sei, eu nunca soube o que dizer-te
e este poema tenta te mostrar meus sentimentos, ardentes e puros
Embalados pelos ventos da Poesia...
e cantados pela força do nosso amor
Tão infinito quanto o oceano,
Tão apaixonado como nós dois!

Roberto Ferrari

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentario e volte sempre que quiser ! A sua opinião é livre mas não aceito insultos às minhas postagens e fotos, e se eu escrever errado ou pegar informações com direitos autorais aviise de forma respeitável.
Obrigada !

Em cada sorriso...

Postagens populares