segunda-feira, 2 de abril de 2012

Páginas em Branco



A cada dia nasce um sol no firmamento
e o meu caderno continua incompleto
... ... e eu vagando entre as nuvens e o vento
desenho vida nas letras do alfabeto.

Junto pedaços perdidos em algum momento,
colho lembranças esquecidas em algum lugar,
a minha vida... é onda em movimento
que vem e vai à praia do meu mar.

É onda forte que arrebenta em sentimento,
que tinge em versos a voz do coração...
Viola triste que chora o sofrimento,
guitarra alegre que entoa a emoção.

E assim com tanto ainda por fazer
eu peço a Deus sua divina proteção,
vejo meus dias em lírios brancos florescer
nesta jornada que é um palco em confusão.

Ainda há muito que florir neste jardim,
são tantos sonhos desenhados em poesia,
é primavera que sorri dentro de mim,
é corpo e alma em perfeita sinergia...

Carmen Vervloet

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentario e volte sempre que quiser ! A sua opinião é livre mas não aceito insultos às minhas postagens e fotos, e se eu escrever errado ou pegar informações com direitos autorais aviise de forma respeitável.
Obrigada !

Em cada sorriso...

Postagens populares