quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Ensina-me



Ensina-me como se esconde um olhar
quando eu só quero olhar para ti
Ensina-me como se mascara uma lágrima
... quando eu só pretendo sorrir
Ensina-me como se canta uma canção de amor
se eu só trauteio tristeza em cada sílaba
que me morre na garganta
Ensina-me como olho para um arco-íris
se só vejo cinza em meu redor
Ensina-me como amar uma rosa
se dela só conheços os espinhos
e num tomei o seu perfume
Ensina-me como não sentir raiva nem ciúme
quando vejo o assédio que te fazem
Ensina-me como calar os sentimentos
que em mim nascem e em mim jazem
Ensina-me como amar-te
sem te amar de verdade
porque tu não queres e não me deixas...
Ensina-me como posso ser a tua claridade
sem me tornar ferida nos teus olhos
Ensina-me a amar a noite
e a dela fazer a minha eterna companhia
porque não te tenho nem de noite, nem de dia
Ensina-me aos poucos tudo o que sabes
Porque eu..cheguei à conclusão
Que de facto nunca vivi
e não sei nada da vida...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentario e volte sempre que quiser ! A sua opinião é livre mas não aceito insultos às minhas postagens e fotos, e se eu escrever errado ou pegar informações com direitos autorais aviise de forma respeitável.
Obrigada !

Em cada sorriso...

Postagens populares