quinta-feira, 21 de julho de 2011

Doar, é quase nada para quem faz, e quase tudo para quem recebe...


Um dia, uma mulher soube que estava grávida de novo, seria seu segundo filho, que maravilha aquela sensação...
Todos estava felizes com a vinda de uma linda menininha, para fazer companhia a seu irmãozinho, era um tal de mexer na barriga para ver se ela já chutava, e assim os meses passaram, e o grande dia chegou, a pequena menininha nasceu... tão linda, tão perfeita... cada um dizia com convicção: "é a cara da vovó, é a cara da mamãe, do papai, não... dela mesma"
E ela começou seus primeiros dias, rodeada de carinho e dedicação... sonhos maravilhosos se formavam com o passar dos dias: qual primeira palavra ela vai dizer, com quanto tempo vai dar seus primeiros passos, para quem vai correr primeiro na hora que aprontar uma bagunça daquela que só as crianças bem saudáveis sabem fazer?..
Sonhos que se perderam quando a pequena fez um mês, tudo começou....
Mas, o amor, o carinho e a dedicação não cessaram, foram longas idas e vindas de médicos e clínicas, a pequena não era saudável, tinha um problema...
Aquela mulher não pôde acreditar, não podia ser verdade, sua filhinha tão linda e tão perfeita.....
NÃO ENXERGAVA, NÃO PODERIA FALAR, NÃO PODERIA ANDAR, NEM SENTAR SEM ESCORAS... Não seria mais o bebê que todos esperavam, que todos desejavam, da maneira que todos imaginavam....
O mundo desabou, e todos daquela família feliz, estava desnorteados, o que fazer, onde ir, quem procurar para dar as respostas?
E eles buscaram a Deus....
Deus tudo pode e tudo faz, é verdade, mas Ele conta com seus filhos para se ajudarem nesta terra....
Com a inteligência do homem dada por Deus, achou-se uma saída... pois assim como Deus gera a vida dentro da barriga de uma mãe, ele gera também a vida dentro da vida...
Muitos conhecem como "células tronco" ... pra aquela família: "a esperança da cura de sua pequena"
Mas, faltava algo... e esse algo, faria toda a diferença, eles precisavam ir para longe, e lá a pequena receberia o tratamento que a faria ver pela primeira vez, quem era sua mamãe, vovó, vovô, titios e seu lindo irmãozinho, de quem ela já aos 3 aninhos de idade, só conhecia a voz e a silhueta...
a pequena precisava que os homens que Deus havia lhe dado nesta terra como irmãos, filhos do mesmo Pai, lhe ajudassem a chegar lá para se tratar, e assim aconteceu, os irmãos a ajudaram....
Hoje a pequena está feliz, correndo pela casa, brincando, gritando o mais alto que pode como toda criança feliz, conhece sua mamãe, vovó, titios e seu irmãozinho, fala muito, pula sem parar, se antes não podia sentar, hoje ela nem faz questão, quer mais é ser criança...
MAS.... isso ainda não aconteceu.... a Pequena tem 3 aninhos e NÃO FALA, NÃO ANDA, NÃO SENTA, NÃO ENXERGA.... precisa ir para Alemanha em maio de 2011 para ser transplantada com células tronco, a aprovação do tratamento e a possibilidade de ser recebida lá, é uma etapa que já foi vencida, o resto, é com os irmãos ainda não cientes da grande missão que Deus deixou em suas mãos, DOAR... um pouquinho só, quase nada para quem faz, mas... imensa para quem receberá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentario e volte sempre que quiser ! A sua opinião é livre mas não aceito insultos às minhas postagens e fotos, e se eu escrever errado ou pegar informações com direitos autorais aviise de forma respeitável.
Obrigada !

Em cada sorriso...

Postagens populares