quinta-feira, 21 de julho de 2011

Refúgio



Teus olhos têm o brilho da vida,
Como as noites de luar...
São ardentes, são profundos,
Como o amor que existe no meu coração;

Tua voz é doce,
Teu beijo apaixonado,
Como o mar beijando a praia,
Como o vento saboreando a noite.

E como em noites de amor
Te canto um verso,
Inspirado na harmonia dos teus encantos
Abençoado pelas estrelas.

Teu sorriso é como o raiar de um novo dia
Que o horizonte desenhou,
Tal qual uma flor que se abre em pétalas,
Meu coração se abriu para seu amor.

Nas tempestades da vida
Ficamos abrigados em nossa paixão,
Desejando que nossos corpos sejam um,
Embebidos nas palavras de amor.

Teu seio é minha moradia
Que ao pálido clarão da lua,
Que, ao murmúrio do seu nome,
Arqueja, palpita, sente;

Como é doce te amar,
Nesta noite nos perdemos no amor,
Nos beijamos, desejamos,
E tal brilho deu cor a noite

Teu amor é luz,
No silêncio uma canção,
É brisa,
É abrigo;

Por isso sempre vou te amar, meu amor
Quer no prazer, quer na dor...
Vida, Paixão, Entrega, Refugio,
Do seu eterno amante.

Roberto Ferrari -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentario e volte sempre que quiser ! A sua opinião é livre mas não aceito insultos às minhas postagens e fotos, e se eu escrever errado ou pegar informações com direitos autorais aviise de forma respeitável.
Obrigada !

Em cada sorriso...

Postagens populares